ACESSÓRIO

Quer audiência ou engajamento?


Crédito: Flickr, Marcus Ramberg

Comprometimento? Sabe qual a diferença de comprometimento entre a galinha e o porco? A galinha se compromete com os ovos. O porco com o bacon.

Um dos erros mais comuns nesses novos tempos de twitter, facebook e blogosfera é subestimar a capacidade das comunidades em se comprometerem. Se engajarem.

Essa semana aconteceu algo emblemático, mas que não é novo. Está cheio de exemplos por aí, nas pequenas e grandes coisas. O programa de Ana Maria Braga fez uma (a princípio) brincadeira colocando em enquete uma votação para que a Ana Maria liberasse o Louro José para ir assistir ao jogo do Corinthians. (leia matéria completa no Adnews clicando aqui). A brincadeira enveredou por um terreno perigoso.

Na terça-feira, 3 de julho, pela manhã, a enquete era favorável ao Louro com mais de 90% de votos favoráveis para ele ir ao jogo. Aí entrou em cena um blog de humor – aimorridesungabranca.com.br. E pelo twitter começou a incentivar sua audiência a votar contra.

Em pouco tempo o placar virou. Na quarta-feira pela manhã, horas antes do jogo, 71% da enquete votava contra o tal louro ir ao jogo.

Aí o personagem perdeu a esportiva e a razão. Em seu perfil atacou o blog. Pura dinamite. Isso só piorava o resultado da votação.

Porém estranhamente em pouco tempo o placar da enquete mudou e o louro ganhou a chance de ir ao jogo com 51%. A blogueira insinuou que foi marmelada. O programa seguiu o jogo ignorando o óbvio: o programa de Ana Maria Braga na toda poderosa Globo tinha sido arranhado em sua imagem por um pequeno blog.

Antes de falar mais sobre o tema alguns números:

– no Alexa o blog da Sungabranca tem um ranking 67 mil contra um ranking 104 da Ana Maria Braga (claro, turbinado porque está embaixo do domínio Globo.com; mas mesmo assim amplamente favorável ao site de Ana Maria Braga);

– no twitter, a blogueira do Sungabranca tem 33 mil seguidores contra 1 milhão 739 mil seguidores do twitter da Ana Maria; não dá nem prá comparar.

Veja clicando aqui o post que gerou a confusão com o Louro José no blog Aimorridesungabranca.

E veja aqui o twitter da blogueira.

Mas o comprometimento ou engajamento (guardem essa palavra) dos seguidores da tal Sungabranca era muito maior do que os seguidores da Global apresentadora.

Anos atrás senti na pele os efeitos (positivos) de tal comprometimento. O site onde hoje sou apenas um colunista e colaborador junto com outros amigos, o www.3vv.com.br, participava da final do Best Blogs Brasil 2009 como o melhor blog de esportes da internet brasileira no ano de 2008. Estávamos em segundo no voto popular, seguido pelo blog de Juca Kfouri e atrás de um blog de automobilismo do Flávio Gomes (ESPN). De repente o simpático Flávio resolveu menosprezar o 3VV e o Palmeiras (tema central do blog). Bastou isso para a comunidade de palmeirenses na internet se engajar e votar a favor do 3VV. Que ganhou a parada (clique aqui e veja). Ou seja a torcida palmeirense se engajou num pequeno blog para vencer uma disputa por se sentir desrespeitada por um dos concorrentes.

Engajamento. O senso de comunidade nas redes sociais leva ao público a se engajar. Ou seja, comprometer-se, obrigar-se, assumir uma posição. Esse é o tipo de atitude que leva leitores assíduos de um blog/site ou os seguidores de um twitter, ou mesmo os fãs de uma página no Facebook.

As empresas – muitas delas influenciadas por suas agências de marketing – preocupam-se mais com audiência (quantidade) do que com engajamento (qualidade). Esse é um erro comum.

Outro erro é menosprezar as minorias. Elas costumam ser mais barulhentas e solidárias do que possa imaginar a vã filosofia dos executivos que ficam sentados em seus escritórios admirando-se no espelho.

E antes que alguém ache que eu estou louco, calma lá: não estou simplesmente ignorando o volume de page views de um site, nem o número de seguidores de um super-star. Mas estou chamando a atenção: quer participação, influência, ação efetiva? Busque engajamento! Onde ele está? Às vezes nos menores sites ou veículos de mídia.

A lição que o Sungabranca deu no tal Louro José e na sua empáfia mostra que a mídia tradicional (leiam TV, Jornais, Rádios) em sua grande maioria não entendeu ainda a força das redes sociais e da capacidade de se comprometer dos efetivos seguidores, leitores e fãs.

É o exemplo mais claro de que qualidade passa a ser mais relevante que quantidade. E se você aí quiser engajamento de algum tipo de cliente, procure os sites verticais e blogs. Audiência é bom, justifica o investimento de marketing, mas no novo mundo digital tende a ser cada vez menos efetiva quando falamos em influenciar deciões.

Siga em frente!

Anúncios

2 comentários em “Quer audiência ou engajamento?

  1. Nunca pensei que Ana Maria Braga pudesse render um assunto tão bom, vou continuar passando longe dela, mas parabéns, ótimo post.

    E por falar em diferença entre quantidade e qualidade, eis aí a grande diferença da torcida do Palmeiras para as outras grandes torcidas, temos maior qualidade do que quantidade, tudo bem que nesse caso, temos maior quantidade de qualidade, mas é isso, proporcionalmente, temos qualidade de torcedores infinitamente maior do que as demais.

    Abraço e parabéns, muito bom seu blog, leitura matinal obrigatória.

  2. V Criscio

    Valeu Roger obrigado. Os últimos dias foram complicados e não consegui postar algumas coisas. Mas até sexta-feira vem coisa nova por aqui.

    Abs

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: